TURISMO RELIGIOSO ou VIAGEM DE PEREGRINAÇÃO






TURISMO RELIGIOSO

Turismo religioso, diferente de todos os outros segmentos de mercado do turismo, tem como motivação fundamental a fé. Está, portanto, ligado profundamente ao calendário e acontecimentos religiosos das localidades receptoras dos fluxos turísticos. É comum chamar-se peregrinação a cada viagem de turismo religioso.


HISTÓRIA

No Século IV A.D., Helena de Constantinopla, mãe de Constantino I, peregrinou para Jerusalém e descobriu o local da crucificação e os vestígios da cruz original. As Cruzadas foram uma longa excursão cristã à Terra Santa.


LUGARES SANTOS

Terra Santa:  Belém, Nazaré, Caná, Cafarnaum, Monte Carmelo, Monte Tabor, Rio Jordão, Jerusalém, etc.
Santuários marianos: Santuário de Fátima, Santuário de Lourdes, Basílica de Guadalupe, Santuário de Medjugorje, etc.
Santuários diversos: Santuário de Cristo Rei, Santiago de Compostela, Paray-le-Monial, San Giovanni Rotondo, etc.
Santa Sé: Cidade do Vaticano, Basílica de São Pedro, Basílica de Santa Maria Maior, Basílica de São João de Latrão, Basílica de São Paulo Fora de Muros.
Outros lugares: San Sebastián de Garabandal, Santo Cristo de Limpias, Monte Sant'Angelo, entre outros.
Lugares islâmicos:  Meca, Medina, etc.



OS PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS VISITADOS


Jerusalém:

A cidade tem uma história que data do IV milênio a.C., tornando-a uma das mais antigas do mundo.  Jerusalém é a cidade santa dos judeus, cristãos e muçulmanos, e o centro espiritual desde o século X a.C., contém um número de significativos lugares antigos cristãos, e é considerada a terceira cidade santa no Islão.  Apesar de possuir uma área de apenas 0,9 quilômetros quadrados (0,35 milhas quadradas),  a cidade antiga hospeda os principais pontos religiosos, entre eles a Esplanada das Mesquitas, o Muro das lamentações, o Santo Sepulcro, a Cúpula da Rocha e a Mesquita de Al-Aqsa. A cidade antigamente murada, um patrimônio mundial, tem sido tradicionalmente dividida em quatro quarteirões, ainda que os nomes usados hoje (os bairros armênio, cristão, judeu e o muçulmano) foram introduzidos por volta do século XIX.,  a Cidade Velha foi indicada para inclusão na lista do patrimônio mundial em perigo pela Jordânia em 1982. No curso da história, Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes.

Fátima:

Localizado na Cova da Iria, freguesia de Fátima (Portugal), é um dos mais importantes santuários marianos do Mundo. O atual reitor deste santuário é o Padre Carlos Manuel Pedrosa Cabecinhas. Em 1917 (ano da revolução soviética), Jacinta Marto, Francisco Marto e Lúcia de Jesus (conhecidos por "os três pastorinhos"), presenciaram seis aparições de Nossa Senhora nos dias 13, de Maio a Outubro, tendo em Agosto acontecido no dia 19 (alguns autores defendem que foi dia 15). No essencial da mensagem, Nossa Senhora teria pedido que se rezasse o terço todos os dias, conversão, e penitência. Moita Redonda e Lomba de Égua, distando a poucos quilômetros da Cova da Iria, eram os lugares povoados mais próximos. Numa dessas aparições, a Virgem Maria pediu para construírem uma capela naquele lugar, que atualmente é a parte central do Santuário onde está guardada uma imagem de Nossa Senhora. No decorrer dos anos, o Santuário foi sendo expandido até aos dias de hoje, existindo já uma basílica e uma grande igreja, aumentando assim a capacidade de acolhimento de peregrinos em recinto coberto.

 



Santiago de Compostela:

É uma cidade mundialmente famosa pela sua catedral de fachada barroca onde acorrem os peregrinos que perfazem os Caminhos de Santiago de maneira a depararem-se com o túmulo de Sant'Iago, um dos apóstolos de Jesus Cristo, cujo corpo se diz que foi trasladado para aquele lugar. Santiago de Compostela é a capital da Galiza, localiza-se na província da Corunha, de área 223 km² com população de 93 712 habitantes (2007) e densidade populacional de 416,70 hab/km².

No território que atualmente ocupa a catedral existia um povoado romano, que se tende a identificar como a mansão romana de Aseconia, que existiu entre a segunda metade do século I e o século V. O povoado desapareceu, mas permaneceu uma necrópole que esteve em uso, provavelmente, até o século VII. O nascimento de Santiago, como se conhece agora, está ligada à descoberta (presumível) dos restos do Apóstolo Santiago entre 820 e 835, à elevação do nível religioso dos restos, à Universidade e, mais recente, à capital da Galiza.



Basílica de São Pedro:

Em latim Basilica Sancti Petri, em italiano Basilica di San Pietro,é uma basílica no Estado do Vaticano, tratando-se da maior das igrejas do cristianismo e um dos locais cristãos mais visitados. Cobre uma área de 23000 m² ou 2,3 hectares (5.7 acres) e pode albergar mais de 60 mil devotos (mais de cem vezes a população do Vaticano). É o edifício com o interior mais proeminente do Vaticano, sendo sua cúpula uma característica dominante do horizonte de Roma, sendo adornada com 340 estátuas de santos, mártires e anjos. Situada na Praça de São Pedro, sua construção recebeu contribuições de alguns dos maiores artistas da história da humanidade, tais como Bramante, Michelangelo, Rafael e Bernini.

Monte Sant'Angelo:

É um município italiana da região da Puglia, província de Foggia, com cerca de 13.865 habitantes. Estende-se por uma área de 242 km², tendo uma densidade populacional de 57 hab/km². Faz fronteira com Cagnano Varano, Carpino, Manfredonia, Mattinata, San Giovanni Rotondo, San Marco in Lamis, Vico del Gargano, Vieste.

Meca:

É uma cidade da Arábia Saudita considerada a mais sagrada no mundo para os muçulmanos, situada na província homônima. A tradição islâmica atribui sua fundação aos descendentes de Ismael. No século VII, o profeta islâmico Maomé proclamou o Islã na cidade que era, então, um importante centro comercial. Após 966, Meca passou a ser governada por xarifes locais. Com o fim da autoridade do Império Otomanosobre a região, em 1916, os governantes locais fundaram o Reino Hashemita do Hejaz. O reino, inclusive Meca, foi absorvido pela dinastia saudita em 1925. Durante o período moderno, a cidade vivenciou uma expansão colossal, tanto em termos de tamanho quanto de infra-estrutura.

  Meca é considerada a cidade mais sagrada para a religião islâmica, e seus adeptos costumam orar voltados para ela. Anualmente mais de 13 milhões de muçulmanos a visitam, incluindo os milhões que realizam a peregrinação conhecida como Hajj. Como decorrência disto, Meca se tornou uma das cidades mais cosmopolitas e diversificadas do mundo islâmico. A entrada na cidade, no entanto, é proibida a pessoas que não sejam muçulmanas.








PEREGRINAÇÕES:

Santuário Nhá Chica - Breve!

Santuário de Nossa Srª de Aparecida









Home > Serviços > Turismo Religioso